Coronavírus e outras doenças: como reduzir o risco de infecção?


Nesse período de volta às aulas, é necessário compartilhar de algumas informações importantes para que a família e a escola redobrem os cuidados com a saúde e com a propagação de doenças.


Recentemente, novos casos de uma doença respiratória - conhecida como Coronavírus - apareceram na China e começaram a surgir casos em diversas partes do mundo.


Conhecido desde os anos de 1960, o Coronavírus (CoV) pertence a uma grande família de vírus, responsável por causar infecções respiratórias em seres humanos e animais.


As doenças causadas por este vírus variam do leve/moderado, como um resfriado comum, a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV).


No Brasil, segundo a Anvisa, não há casos confirmados da nova variante do vírus (2019-nCoV). Todavia, o governo brasileiro vem aderindo a medidas que envolvem preparar, orientar e controlar possíveis atendimentos em casos de suspeita no país.


Sintomas comuns do coronavírus

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), os sinais comuns de infecção pelo coronavírus incluem: sintomas respiratórios, febre, tosse, falta de ar e dificuldades respiratórias.


Em casos mais graves, esse vírus pode causar infecções das vias respiratórias inferiores, como a pneumonia. Porém, este quadro mais grave é comum em pessoas que já possuem doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou em idosos.


Como reduzir os riscos de infecção?


As recomendações para reduzir os riscos de infecção são:

  • Lavar regularmente as mãos;

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar;

  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

  • Evitar tocar nas mucosas dos olhos

  • Manter os ambientes bem ventilados

  • Cozinhar bem carnes e ovos;

  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;

  • Evitar contato próximo com qualquer pessoa que apresente sintomas de doenças respiratórias citadas anteriormente.

Como ocorre a transmissão?


O novo coronavírus pode ser transmitido pelo ar, de uma pessoa para outra. Isso favorece o contágio e a rápida propagação da doença. No entanto, até agora observa-se que a transmissão ocorreu apenas entre pessoas que cuidaram ou tiveram contato físico, ou que tenham permanecido no mesmo local que pacientes infectados pelo vírus. Por essa razão, precauções devem ser adotadas, sobretudo com relação a espaços públicos de grande fluxo de pessoas.


Diagnóstico


O diagnóstico do coronavírus é realizado através de um exame especifico, colhendo secreções do nariz e da boca do paciente, sendo possível identificar a presença do material genético do vírus nas secreções respiratórias coletadas.


Coronavírus: Vídeo resume o que é, como transmite, principais sintomas e recomendações:



Fontes:

Coronavírus: acompanhe as ações da Anvisa

Coronavírus - OMS

O que os pais precisam saber sobre o novo coronavírus

Sobre Corona Vírus

74 visualizações
solare_logotipo-01.png

     Localização 

Av. Possidônio José de Freitas, 1.401

Urbanova - São José dos Campos - SP

© Copyright 2018 Colégio Solare. Produzido por Carolina Lopes

Fotografia by Ana Luisa Mendes

Acompanhe-nos:

  • White Instagram Icon

Entre em contato:

12 3949-1044